Tecnologia – Mais ajuda ou atrapalha?

12/06/2017

Pepila Moda Infantil

A tecnologia atualmente está em todos os cantos. É praticamente impossível viver sem ter algum contato com ela. Cada vez mais cedo as crianças têm a experiência, seja por smartphones, videogames, tablets e uma infinidade de aparatos tecnológicos. No entanto, será que toda essa tecnologia inserida precocemente no dia a dia das crianças, mais ajuda ou atrapalha em seu desenvolvimento? Para abordar esse assunto, vamos focar exclusivamente em dois itens: os celulares e tablets.

Não raro vemos por aí pessoas dizerem que a exposição de crianças aos celulares e tablets pode acarretar problemas para os pequenos. Embora tenha uma parcela de verdade, não significa que todo e qualquer contato será prejudicial às crianças, precisa-se ter calma e analisar bem as situações.

O problema começa quando não há supervisão e os pequenos ficam diante de uma superexposição aos aparelhos, desta forma, pode sim acontecerem problemas como déficit de atenção, dificuldades de aprendizado e até mesmo obesidade ou dependência. Retrocedendo um pouco, vale ressaltar que os problemas citados acima são apenas riscos, eles podem acontecer ou não.

A Academia Americana de Pediatria e a Sociedade Canadense de Pediatria recomenda certo controle no uso dos aparelhos tecnológicos pelas crianças. Veja abaixo:

– A partir dos 02 anos

É a idade sugerida pela entidade para que as crianças comecem a ter contato com qualquer tipo de aparelhos tecnológicos, entre eles, celulares e tablets.

– Até os 05 anos

 O tempo sugerido para uso dos aparelhos é de 01 hora diária.

– Entre 06 e 12 anos

O tempo aumenta para duas horas para as crianças dessas idades.

– A partir dos 13 anos

A sugestão é de que o uso seja feito por até três horas.

São sugestões válidas, embora pareçam um pouco rigorosas, uma vez que é extremamente difícil controlar os acessos à tecnologia. Cada vez mais estamos envoltos por ela e em todos os lugares nos vemos diante de televisões, videogames, celulares, tablets e afins. O principal assunto abordado pela Academia Americana de Pediatria e a Sociedade Canadense de Pediatria é o que deve ser levado em questão, muito mais importante que o horário em si, este assunto trata-se do controle dos pais aos acessos e usos que seus filhos fazem com os aparatos tecnológicos.

Um detalhe importante além de saber controlar, impor regras e limites, é ficar atento ao uso de dispositivos que acessam a internet. Embora existam muitas coisas boas na rede, também existe sites e pessoas mal-intencionadas, os pais devem buscar saber os acessos dos filhos sem qualquer tipo de pesar ou culpa.

Os pais devem ser presentes na vida de seus filhos para evitar que fiquem dependentes da tecnologia. Conversas, passeios, brincadeiras fazem parte da vida das crianças, por isso, é importante não negar isso a elas, principalmente trocando por presentes tecnológicos. A Pepila já abordou temas como brincadeiras entre pais e filhos e dicas de atividades para aproveitar o dia em família.

Trabalhar esse controle é fundamental para estabelecer o contato com a tecnologia de uma forma benéfica e produtiva, pois, existem sim, grandes benefícios que podem ser trazidos para o dia a dia através do uso de celulares e tablets.

Pontos Positivos

Pepila Moda Infantil

A sociedade está sempre em avanço, principalmente no âmbito tecnológico, portanto, pode ser prejudicial banir qualquer contato das crianças com a tecnologia, causar problemas no desenvolvimento e até na interação com a sociedade. Através da tecnologia, ao contrário do que muitos pensam, também é possível obter conhecimento, interagir com outras crianças, atiçar a curiosidade e aproximar-se de outras culturas e assuntos de seus interesses.

Os jogos e muitos aplicativos, por exemplo, oferecem desafios aos jogadores, que precisam aprender a lidar com situações complexas e resolver os problemas enfrentados nos jogos. Obviamente, os pais precisam ficar atentos as faixas etárias nas quais cada jogo, aplicativo ou site é destinado, faz parte de fazer o controle.

A interação das crianças e adolescentes nas redes sociais, jogos online, blogs e afins, também podem contribuir positivamente para o desenvolvimento das relações interpessoais, ainda mais em casos de crianças com dificuldades de se relacionar presencialmente. Além disso, existem materiais valorosos na internet e ferramentas para celulares ou tablets que podem ajudar no desenvolvimento de empatia, tolerância racial e social, a formar pessoas mais solidárias e por aí vai.

Dentro do aprendizado, tablets e celulares podem servir como um complemento às salas de aulas. Aproximam as crianças de uma maneira mais interativa e interessante ao conhecimento. Os e-books podem ser interessantes para estimular a leituras nas crianças. Novas formas de aprender, que prendam a atenção e motivem as crianças, serão sempre bem-vindas.

Dicas de Sites e Aplicativos

– O site Healthychildren é uma organização não governamental. Direcionada aos pais, possui uma ferramenta que os ajuda a montarem um plano de monitoramento em relação as tecnológicas. É bastante útil para quem não consegue se organizar direito em relação ao assunto.

– O site BrinqueBook é uma ótima opção com passatempos para colorir e jogar.

– O YouTube também possui uma extensa lista de ótimos canais para os pequenos, alguns exemplos são:

Palavra Cantada: é um canal onde são produzidas músicas para situações específicas como a hora de brincar e de dormir, extremamente didáticas.

Castelo Rá-Tim-bum!: um clássico na TV brasileira, extremamente inteligente e educativo, agora é possível assistir aos episódios via YouTube.

Minuto da Terra: o canal ensina ciências para crianças e até mesmo adultos, por meio de animações que duram até 3 minutos.

Aplicativos

Histórias de Embalar: histórias clássicas infantis em forma de livro com áudio.

Pampers Premium Care: o aplicativo serve para estimular os sentidos dos bebês na fase de descoberta das cores, movimentos e palavras.

ABC do Bita: o ABC do Bita é um abecedário interativo em português que funciona como um brinquedo para crianças em início de alfabetização.

Rei da Matemática: o aplicativo traz problemas simples de várias áreas da matemática, ajudando os pequenos a pensar de forma divertida.

Archaeologist: Todas as crianças irão se divertir com os vários modos do jogo. O mais atraente deles é sem dúvida o modo escavação. Como um verdadeiro explorador, você deverá encontrar todos os ossos escondidos debaixo da terra antes de poder compor o esqueleto do dinossauro.

 

Deixe sua resposta

Curta nossa página!