Diversão com segurança: dicas e cuidados para parques aquáticos

20/12/2016

Dezembro chegou, as férias também e o verão está quase. Dentre tantas opções de atividades que dá para se fazer nessa época, listamos em um outro post as seguintes opções: colônia de férias, viagens à praia, cozinhar em família e muitas outras! Como os pequenos possuem um pique bem maior do que o dos adultos, a gama de atividades é vasta – e é preciso fôlego para acompanhá-los em tudo. É claro que nem sempre os pais conseguem passar 100% do tempo com os filhos, pois muitos não conseguem coincidir as férias escolares com as suas férias do trabalho. Porém, o final de semana serve para isso: recarregar as energias e aproveitar os dias da melhor maneira possível.

Pensando nisso, nós da Pepila resolvemos te dar uma sugestão que sempre é muito bem-vinda – tanto para as crianças quanto para os pais. Não tem nem ideia do que seja? Pois nós te ajudamos: um parque, muita água em volta, várias piscinas, calor, sol e diversão. Ainda não entendeu? Ok, lá vai: estamos falando dos parques aquáticos!

Um parque aquático é um centro de entretenimento constituído por diversos brinquedos que têm a água como principal fonte de diversão. Normalmente, cada parque tem suas atrações exclusivas, porém alguns brinquedos são comuns a todos, como os tobogãs, a grande variedade de piscinas, as zonas de brincadeira para as crianças, entre outros. Com relação aos parques desse segmento mais conhecidos do Brasil, alguns deles são os seguintes:

  • Beach Park, no Ceará.
  • Hot Park, em Goiás.
  • Parque Aquático Cascanéia, em Santa Catarina.
  • Wet’n Wild, em São Paulo.
  • Parque Águas Claras, no Paraná.

São muitas atrações para um dia só (ou dois, se você preferir passar o final de semana todo lá) e debaixo de um sol escaldante. Por isso, algumas dicas são importantes para serem seguidas, assim você não precisa enfrentar dores de cabeça após esses dias que tem tudo para serem maravilhosos!

Começando a brincadeira

Como muitos parques não estão localizados no centro de uma cidade grande – normalmente ficam a alguns quilômetros e horas de distância, mas nem tantos -, muito provavelmente você se deslocará até lá de carro. Então, tenha em mente de que uma boa opção é você revezar com o seu parceiro(a) as horas que serão dirigidas. Isso se deve ao fato de que, com tanto brinquedo a nossa disposição, você acaba se empolgando junto com as crianças e fica no sobe e desce dos tobogãs o dia todo, se deixar. Com isso, no final do dia, é claro que você ficará cansado, por isso a dica do revezamento da direção.

Outro ponto importante é verificar a previsão do tempo para o dia que você está pensando em ir. Um parque aquático é uma atração que depende – e muito – do clima que se está fazendo. Verifique também o horário de funcionamento do parque, pois alguns fecham em um determinado dia e/ou período para limparem as piscinas ou fazerem as pequenas reformas que o local necessita.

Pepila Moda Infantil

Se você já verificou essas questões e os ventos estão favoráveis, é hora de se aprontar para a ida. Quanto ao vestuário, duas dicas: vá com o seu traje de banho por baixo e uma roupa confortável por cima, assim você além de ir basicamente pronto e economizar o tempo na troca de roupa, você também tem uma muda limpa para a volta. Agora, quanto ao horário ideal para chegar ao parque, a nossa dica é que você chegue o quanto antes. Sabemos que é difícil levantar cedo, ainda mais nas férias, mas acredite: vai valer a pena. Chegando cedo, você garante um bom lugar e algumas cadeiras para poder descansar, caso queira, e também poderá curtir bem mais os inúmeros brinquedos que compõem o parque.

Com todos esses itens seguidos, a diversão será mais do que garantida!

Cuidado extra com as crianças

A pele de toda criança é muito mais sensível do que a de um adulto. Portanto, nada de deixar o seu filho embaixo de sol sem proteção. Assim como já explicamos em um outro artigo aqui no blog, são várias as doenças comuns no verão, incluindo a insolação e as queimaduras do sol. Para que a pele do pequeno fique devidamente protegida, aplique um protetor solar condizente para a temperatura elevada – o ideal é que o fator de proteção seja entre 15 e 30. Ah, não se esqueça que o produto deve ser aplicado no corpo todo, ok? Isso inclui peito do pé e orelhas, locais que normalmente esquecemos que existem nessas horas.

Pepila Moda Infantil

Outra questão que preocupa muitos pais na hora de ir a um local com fluxo grande de pessoas é com relação às crianças se perderem. É claro que ninguém quer que isso aconteça, mas acidentes acontecem e, em algumas vezes, são inevitáveis. Então, para evitar que transtornos terríveis aconteçam, coloque uma pulseira identificadora no pulso da criança, contendo o nome dela, bem como o seu telefone. Oriente-a, também, a falar com um funcionário do parque, caso ela se perca. Sobre a criança ser pequena ainda e, por ventura não saber nada, coloque boias nos braços delas. Praticamente todos os parques tem esses itens disponíveis.

Por fim, um último toque, mas não menos importante, é sobre a alimentação. A maioria dos parques não permite a entrada com comidas e bebidas, o que acaba te obrigando a consumir o que é vendido lá dentro. Diante disso, aposte nos alimentos mais leves, pois assim como não se deve ficar sem comer nada, já que atividades aquáticas necessitam de bastante energia, não se deve abusar na quantidade também.

Pepila Moda Infantil

Gostou das dicas e se empolgou para levar a criançada em um parque aquático? Então, após a experiência, conte pra gente como foi! 😉

Referências:

Deixe sua resposta

Curta nossa página!