Cuidados com a saúde no Inverno

05/06/2017

Pepila Moda Infantil

O inverno chegou e alguns cuidados precisam ser tomados para evitar adoecer na estação mais fria do ano.  Nessa época, é comum que as pessoas fiquem mais em lugares fechados, com pouca ventilação, o que facilita a propagação de vírus e bactérias. Além disso, fatores como o ar seco, poluição e queda das temperaturas, contribuem para o aumento das doenças invernais. Embora a maioria dessas doenças não apresente grandes problemas ou riscos quando tratadas, algumas, em situações extremas, podem deixar as pessoas em grande perigo, portanto, não devemos ignorar os sintomas.

Trata-las é o método mais eficaz para evitar situações mais graves, sempre com acompanhamento médico.

A vacinação é uma forma segura e eficaz de evitar maiores problemas ao longo do ano, imunizar-se é o melhor caminho para manter a saúde durante o inverno, fique atento as campanhas governamentais para ser vacinado, mas a vacina também pode ser encontrada na rede privada.

Algumas das Principais doenças

Otite Média Aguda

A otite média aguda é a ocorrência mais comum da doença, trata-se da infecção do canal auditivo por vírus e bactérias que causam gripes e resfriados. A otite não é contagiosa. A famosa dor de ouvido causa grande dor e desconforto ao paciente. Os sintomas incluem dor, febre, diminuição da audição, dor de cabeça, irritação, perda de apetite e secreção local. Crianças e adultos geralmente conseguem reclamar e identificar a origem da dor, no entanto, em bebês, precisa-se estar atento ao choro excessivo. O tratamento pode ser feito com medicamentos para dor e febre. Bebês até os seis meses de vida precisarão de antibióticos para o tratamento. Lembre-se de consultar um médico antes de ministrar qualquer medicamento.

Pneumonia

A pneumonia é uma infecção que inflama os sacos de ar em um ou ambos os pulmões. São provocadas pela penetração de bactérias, vírus, fungos e por reações alérgicas, no espaço alveolar. Os sintomas incluem tosse com catarro ou pus, febre, calafrios e dificuldade respiratória. Geralmente, os antibióticos podem tratar muitos tipos de pneumonia e alguns podem até ser evitados com vacinas.

Bronquite

A bronquite é a inflamação das principais passagens de ar para os pulmões causada por vírus. A forma aguda da bronquite — mais comum — geralmente está acompanhada por gripes e outras doenças respiratórias. Antibióticos, quando causada por bactérias, e xaropes para a tosse são os principais tratamentos.

Além das já citadas, doenças como a meningite, asma, bronquiolite, também aumentam no inverno. Para evita-las, a melhor maneira é a prevenção.

Prevenção das Doenças de Inverno

A melhor forma de combater as doenças de inverno é prevenir-se contra elas. Normalmente, as pessoas pensam em fechar portas e janelas, aquecerem-se com cobertores e roupas grossas, assim, protegendo-se contra o frio, mas diminuindo a circulação de ar e propiciando o ambiente aos vírus e bactérias.

– Evitar locais fechados e sem circulação de ar;

– Evitar o cigarro e permanecer em locais com exposição a fumaça e poeira;

– Alimentação balanceada, principalmente com muita ingestão de vitamina C;

– Respirar pelo nariz e não pela boca, uma vez que o nariz filtra e aquece o ar;

– Deixar o ar circular pela casa, arejando o ambiente. A luz do sol também ajuda a dissipar os agentes que causam infecções;

– Lavar as mãos sempre que espirrar ou tossir, antes das refeições ou após utilizar banheiros e lugares públicos;

– Antes de utilizar, fazer a devida limpeza das roupas para o frio, como blusas e casacos;

– Vacinação anual contra a gripe;

A Vacina e a Gripe

Pepila Moda Infantil

A gripe é extremamente contagiosa, pode ser transmitida pelo ar, através das gotículas de saliva, liberadas por tosses ou espirros. Ela é provocava por um vírus denominado Influenza. Os sintomas incluem febre, calafrios, dores musculares, tosse, congestão, coriza, dores de cabeça e fadiga. A gripe é tratada com muito repouso e ingestão de líquidos, geralmente isso basta para que o corpo combata a infecção por conta própria. No entanto, quando não tratada, principalmente em idosos, crianças e gestantes, podem se tornar pneumonia ou meningite. Não existe uma cura para a gripe, no entanto, existem diversos medicamentos que podem aliviar os sintomas. Além deles, uma vacina anual ajuda a prevenir a gripe.

A vacina contra a gripe é feita a partir de vírus inativados, que contém algumas propriedades específicas do vírus Influenza. Assim, além de ser eficaz na prevenção da infecção, conta com a vantagem de não implicar demais riscos durante a imunização. A vacina ensina o sistema imunológico a concentrar suas forças e criar um contra-ataque veloz e eficaz sobre o Influenza.

A vacinação deve ocorrer anualmente, pois, a composição da vacina é alterada anualmente. Isso acontece porque a duração alcança os noves meses, após esse período, o corpo já não produz mais tantos anticorpos para combater o vírus. Outro fator importante deve-se ao fato de que o vírus Influenza não é utilizado inteiramente na confecção da vacina, ela é fragmentada. Ao contrário da vacina contra o Sarampo, por exemplo, que utiliza o vírus inteiro, gerando uma proteção mais permanente. Existem três tipos de vírus Influenza: A, B e C. Os vírus influenza do tipo A são os responsáveis pelas grandes pandemias e estão classificados como hemaglutinina (HA ou H) e neuraminidase (NA ou N). Nos vírus Influenza A, atualmente encontramos os mais comuns, chamados de H1N1 e o H3N2.

O vírus Influenza também tem a capacidade de mudar, alterar-se, com grande facilidade, por esse motivo, durante o ano vigente são realizadas pesquisas para a produção da vacina do próximo ano.

Vacinar-se é o melhor método para evitar a gripe!

Deixe sua resposta

Curta nossa página!